Trabalho escravo existe no Brasil – A Assistência Social pode ajudar a combater essa violação de direitos

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) elaborou o material informativo “Trabalho escravo existe no Brasil – A Assistência Social pode ajudar a combater essa violação de direitos”, destinado aos profissionais do SUAS a fim de subsidiá-los tecnicamente no conhecimento do trabalho escravo contemporâneo e, por sua vez, de contribuir no atendimento aos trabalhadores resgatados.

O material aborda dados estatísticos das libertações, traz o conceito de trabalho escravo nos dias atuais e o  perfil social dos trabalhadores que sofreram a violência, além de conter informações de instituições que receberam denúncias e os programas a que os trabalhadores têm direito, por meio do Cadastro Único. É possível ter acesso ao material clicando aqui: https://goo.gl/D60kfO.

A ONG Repórter Brasil, reconhecida como uma das principais fontes de informação sobre trabalho escravo no país, produziu este material e procurou parceria no Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário para a divulgação em suas redes da Assistência Social.

Consideramos importante a manutenção da comunicação entre os profissionais do SUAS visando aprimorar a prestação dos serviços e programas da assistência e contribuindo, neste caso, para o conhecimento e identificação do trabalho escravo ainda existente no Brasil.