Setembro Amarelo: SUAS sensibiliza a rede para a prevenção ao suicídio



O Setembro Amarelo marca a sensibilização da sociedade sobre a prevenção ao suicídio. A rede SUAS também participa dessa luta, a fim de aumentar a compreensão sobre esse fenômeno e qualificar o atendimento voltado aos jovens, que são as maiores vítimas de suicídio no país.




Para Maria Yvelônia, Secretária Nacional de Assistência Social, é necessário fortalecer o cuidado à saúde mental e prevenção ao suicídio. “Quero aqui também fazer menção da importância de cada gestor ter uma atenção especial às suas equipes, cuidar de quem cuida, nós precisamos olhar pelas nossas equipes, cuidar de nossas equipes, porque esse trabalho diário que nós fazemos, traz comprometimento muitas vezes para sua saúde mental, quero dizer que estou aqui enquanto Secretária Nacional de Assistência Social, também com esta preocupação, em cuidar da saúde mental de cada trabalhador do SUAS”, finalizou.


Para isso, é importante que os profissionais do SUAS conheçam as seguintes iniciativas, que podem auxiliar no aprimoramento dos nossos serviços:

  1. Curso “Prevenção ao Suicídio”: online, gratuito, sobre formas de abordagem do sofrimento psíquico e a prevenção ao suicídio (40 horas); elaborado pelo Ministério da Saúde para profissionais de diversas áreas, incluindo da Assistência Social, com emissão de certificado: https://universusbrasil.saude.gov.br/2021/06/prevencao-ao-suicidio/
  • Serviço “Pode Falar”: atendimento online voltado a adolescentes e jovens; pode ser divulgado nos serviços em que esse público frequenta, especialmente os serviços de medidas socioeducativas e os de acolhimento.

O link do Pode Falar é https://www.podefalar.org.br/, e as principais características do serviço são as seguintes:

Serviço desenvolvido pelo UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância)

  • Apoio complementar e voluntário (apenas se o jovem quiser)
  • O adolescente pode ser atendido por uma pessoa preparada para ouvi-lo: o atendimento humano funciona de 2a feira a 6a feira, das 08 da manhã às 08 da noite, conforme quadro de horários: https://drive.google.com/file/d/17DMeivFtklH4wO4Syo7FjNyia8S59S_y/view
  • Opção autoinstrucional, com atendimento primeiramente digital, com dicas de autocuidado em saúde mental e também como cuidar de outros
  • As informações fornecidas ao Pode Falar são sigilosas
  • O jovem precisará de celular e internet para usar o serviço; caso ele não tenha internet em casa, a unidade do SUAS pode liberar o sinal enquanto ele estiver na unidade
  • Fique atento: o Pode Falar disponibiliza também um curso EAD de 10 horas, voltado aos profissionais que cuidam de adolescentes e jovens:

https://www.unicef.org/brazil/promover-para-prevenir

Os comentários estão encerrados.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
//]]>